21º. Dia do Limão Tahiti - 1ª. Revista Técnica Limão em Foco

Tradicionalmente coordenado e realizado, desde o ano 2000, pelo Centro de Citricultura Sylvio Moreira do Instituto Agronômico (IAC/APTA/SAA), localizado em Cordeirópolis/SP, a partir de 2013, o Dia do Limão Tahiti passou a ocorrer no Polo Regional Centro Norte (APTA/SAA), no munícipio de Pindorama/SP, localizado na maior região produtora da lima ácida Tahiti do estado de São Paulo, visando aproximação com o setor produtivo.


Em 2019 o evento comemorou sua vigésima edição e como novidade brindou os participantes com a realização da 1ª. Expolimão, alcançando recorde de público. Após 20 anos de edições ininterruptas, em 2020, o evento foi cancelado em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Em 2021, de forma inédita, o Dia do Limão Tahiti e a 1ª Revista Técnica Limão em Foco (online e impressa), ocorrerão no formato digital, realizado entre os dias 14 e 15 de abril. Parceria firmada com a Embrapa Mandioca e Fruticultura viabilizará a transmissão on line do evento pelo canal do Youtube dessa instituição (www.youtube.com.br/embrapa). O evento será gratuito, sendo necessário realizar inscrição prévia pelo site: http://eventos.fundag.br/events.


Os temas das palestras foram definidos em consonância com a cadeia produtiva do Tahiti (produtores, consultores, empresas do setor etc), que todo ano nos enviam sugestões de palestras e palestrantes. Dessa forma conseguimos atender aos anseios do setor por novidades, visando contribuir, a curto prazo, para alterações no sistema de cultivo e comercialização, resultando em aumento de produtividade e lucratividade.


Com isso o evento contará com quatro paineis, o primeiro deles será sobre Economia, onde serão abordados os cenários econômicos atuais para o Tahiti e a importância da certificação e qualidade da fruta. No segundo painel serão apresentadas as novas variedades copas e porta-enxertos desenvolvidas pelo IAC e a Embrapa. Fitossanidade e Manejo fecham o evento, nos dois últimos paineis, trazendo palestras sobre manejo duas importantes doenças bacteriana, o cancro cítrico e o HLB; controle de plantas daninhas, poda e indução floral, fecham o evento.


Especificamente sobre a palestra sobre variedades do IAC o pesquisador Fernando Alves de Azevedo apresentará as novas variedades copas e porta-enxetos para lima ácida Tahiti. Destaque será dado para lima ácida Tahiti IAC-10, nova variedade do IAC, que é mais produtiva que a variedade comercial IAC 304 (IAC-5) e similar ao material da Embrapa, a BRS Ponta Firme. Produz frutos ovalados, com massa superior a 100 gramas, com casca rugosa e sem sementes, característicos desse grupo de citros. Os frutos apresentam alto rendimento de suco, com valores próximos a 50%.


Novos porta-enxertos também serão demonstrados, destacando-se os desenvolvidos pela pesquisadora Mariangela Cristofani-Yaly, os denominados citrandarins, com ênfase para o Itajobi e Pindorama, que já foram testados nas principais regiões produtores e se destacaram como promissores. Em 2020 o IAC obteve junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e

Abastecimento o registro nacional dessas cultivares (RNC).


Já há áreas pequenas testando esses materiais de forma comercial e em breve esses materiais estarão disponíveis para comercialização de borbulhas, produção de mudas e plantios comerciais.


São 20 anos de aproximação com setor produtivo, principalmente pequenos produtores de Tahiti do estado de São Paulo, atendendo a missão institucional e gerar e transferir conhecimento técnico-científico ao setor citrícola.

Inscrições pelo site: http://eventos.fundag.br/events


Veja programação anexa no cartaz.

Fotos de edições anteriores:



76 visualizações0 comentário